Follow by Email

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

“KARMA, LIVRE-ARBÍTRIO E RESPONSABILIDADE NUM MUNDO EM CONSTRUÇÃO”

Os Conceitos de Karma, Reencarnação e Livre-Arbítrio andam juntos dentro do conjunto de conhecimentos filosófico-religiosos da Sabedoria Antiga do Oriente, principalmente na Índia, mas talvez valha a pena fazermos uma rápida revisão, visando aos que aqui vieram pela primeira vez.

I- O Karma:

- 1 quando pensamos, colocamos em movimento ondas eletromagnéticas, que seguirão em direção ao objeto ou pessoa por nós idealizado.

- 2 Quando sentimos, carregamos com nossos sentimentos ondas vibratórias, cujas qualidades se somarão às anteriores.

- 3 Quando falamos ou agimos em direção à pessoa ou objeto focados nos movimentos anteriores, “damos o endereço” a estas ondas vibratórias e ao encontrá-los, sua natureza essencial busca vibração semelhante para se instalar, somando a estes suas qualidades e interagindo com estes, interferindo em seus caminhos, estamos portanto, gerando karma.

- Quer dizer, interagimos com tudo à nossa volta.

- Podemos depreender daí que toda a história da humanidade, seus atos, costumes, glórias e horrores são produto destes pequenos atos de todos nós somados desde tempos imemorias.

Ou seja, se nosso planeta não está em boas condições físicas, se os seres que nele vivem têm uma relação destrutiva e espalhamos infelicidade onde quer que vamos, este é resultado da ação do homem. ,

II - A Reencarnação:

- Levando-se em conta a explanação anterior, devemos somar a isto a idéia de que nosso registro vibratório, isto é nosso “endereço energético” fica registrado no plano da matéria – significa que nossa organização atômica passa a responder com as qualidades vibratórias referentes à soma de todas as ações e interações.

- Após desencarnarmos e passarmos pelo processo de desintegração dos corpos inferiores, as partículas que antes compunham este endereço se separam, mas guardam sua memória vibratória, permanecendo em seu plano de manifestação e aguardando que uma nova ordem viibratória que um comprimento de ondas semelhantes venha em sua direção, dando o comando de re-união, para então montar um novo veiculo, sendo o físico,o emocional e o mental, determinados pelas características anteriores.

III - O Livre-Arbítrio:

- Felizmente para nós, um dos nossos veículos, o Mental, tem uma parte imortal, isto é, se comunica com nossos corpos superiores que são permanentes.

Por esta característica, podemos fazer uso da soma do aprendizado aí acumulado (que não deixa de ser um condicionante) nas encarnações subseqüentes.

- Então, embora tenhamos conceitos que estão sob condicionamentos anteriores (mais conhecidos como “preconceitos), temos habilidade mental disponível para nos libertarmos destes e crescermos em consciência a partir de nosso “DISCERNIMENTO”.

- Tendo em vista então a responsabilidade de nossas atitudes na formação da sociedade e dos costumes que nela se estabelecem, podemos concluir que, se não estamos satisfeitos com o mundo em que vivemos, se não compartilhamos com a decadência ora estabelecida em nosso mundo – e é bom que nos lembremos que já não vivemos apenas sob os costumes locais, porém globais – se quisermos que haja uma mudança de qualidade na consciência humana, devemos – é claro – começarmos por nós mesmos e nossas famílias.

Segundo o Dalai Lama, no livro “Como Lidar com as Emoções Destrutivas” (Ed. Campus – 2003) grande parte do sofrimento humano é resultado das emoções destrutivas – “ o ódio leva à violência ou a ansiedade alimenta o vício.”

Se levarmos em conta que os bilhões de habitantes do planeta, com alguma freqüência, tem pensamentos negativos – que dão origem a maus sentimentos e, consequentemente, gerando fatos destrutivos – podemos imaginar, a exemplo do que acontece com personagens dos quadrinhos – o “Pato Donald” – nas suas histórias, está sempre cercado de nuvens negras e raios , desencadeando toda uma quantidade de insucessos e desapontamentos, enquanto seu primo Gastão, o otimista, vive sob uma bela nuvem brilhante, com um sol e muita sorte, sendo sempre premiado com os melhores resultados.

A quantidade e a qualidade das ondas eletromagnéticas concentradas e direcionadas sobre toda a humanidade, na maioria das vezes, traz consigo dor e sofrimento.

Dando uma forma visual à nossa idéia, podemos conceber nosso planeta em seus movimentos de rotação e translação envolvido por uma nuvem de energia de baixa vibração que o circunda e faz conexão com todos os indivíduos que, por acaso, estejam vibrando naquela qualidade no momento em que são por ela tocados. Isto, obviamente fortalece e dá novo alento a esta onda, realimentando assim, a cadeia destrutiva que cria um círculo vicioso em que todos os seres humanos submergem.

IV - A Responsabilidade:

- Cabe, portanto, a cada um de nós a partir desta reflexão e usando nosso discernimento, romper este ciclo, dando então início a um novo momento no planeta: construindo um mundo novo!

Não basta, pois, constatar que o mundo vai por um caminho destrutivo do qual não gostamos, mas é preciso nos auto- educarmos já que somos, em última análise, os criadores deste novo mundo.

A responsabilidade é toda nossa, pois já fomos nossos antepassados e estaremos no futuro de nossos filhos e netos.

Devemos verificar então, como funcionamos nos nossos pequenos núcleos: Família, meio-ambiente profissional e como cidadãos:

- Cumprimos da forma que gostaríamos nossas tarefas em relação à família? Pensamos corretamente neste quesito, sentimos corretamente, agimos corretamente?

- E em relação ao trabalho? Será que é suficiente ser o mais eficiente possível no desempenho de nossas tarefas? E a compaixão, respeito, afeto e parceria com nossos colegas, é a que queríamos ter?

- E como cidadãos – cumprimos nossos papéis, atuamos positivamente, cobramos dos representantes que elegemos, foram estes escolhidos segundo nossas consciências?

- E em relação aos animais – contribuímos para o seu sofrimento e extinção? Ligamos o pedaço de bife com batatas à nossa frente à morte cruel e impiedosa à qual submetemos estes seres, para que pudéssemos devorá-los, salivando? Não geramos assim, uma cadeia de ódio e retribuição?

- Quando destruímos os recursos do nosso planeta, derrubando florestas que tem entre suas muitas funções, proteger o bioma que o mantém vivo e em equilíbrio em nome de nossa ganância, não geramos fatos climáticos?

- E quando, em nome de nossa ambição infinita desejamos acumular e consumir de tudo muito, mais e mais, sem lembrar de compartilhar com aqueles a quem o carma não favoreceu, não estamos, ainda, alimentando uma cadeia de ódio e violência?

- Daí se conclui que temos uma grande obra a realizar, começando pelas pequenas coisas, mas não esquecendo das grandes.

Palestra proferida na Sede da Sociedade Teosófica no Brasil em Brasília/DF, no dia 05/12/2009.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Link para Observar o Céu

Olá, pessoal! Parece que agora observar o céu ficou mais democrático. A revista Time comenta que este link é o que há de moderno e democrático para quem adora olhar as estrelas. Então, vamos experimentar: http://www.worldwidetelescope.org/webclient/ Um abraço.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

O Céu em Setembro e Outubro

Olá! Lá vão umas dicas para você aproveitar neste mês: Eventos Celestes para o periodo: 22/09 a 20/10/2009 * Confira, no seu Mapa Natal, os graus dos signos citados nos eventos. Aqueles que estiverem no âmbito de 02º, serão mais fortes. Vá lá buscar o seu e confira: - 22/09: Mercúrio conjunto a Saturno a 25º34 de Virgem; O Sol ingressa em Libra às18h19. A Conjunção ocorre ainda na retrogradação de Mercúrio, que retoma a progradação no 21o.c37, às 18h14m, portanto, reveja suas coisas inacabadas, retome contato com aqueles a quem ficou devendo uma resposta ou posição, aproveite para procurar o resultado de um concurso que ficou sem saber, veja se a data para inscrição numa prova cujo prazo você perdeu não foi postergada, peça desculpas a quem acha que deve, aproveite para dar mais uma procurada num documento que perdeu... enfim, acerte suas dívidas, agende seus exames, visite seus parentes, tome atitudes que coloquem sua vida em dia: a vida está lhe dando uma chance de se atualizar.Enquanto Mercúrio sai, o Sol ficará sozinho em Libra. Nesse meio tempo, Mercúrio e Venus se encontram em Virgem. Aproveite para repensar suas escolhas e sua forma de comunicá-las, tanto no trabalho como nas relações pessoais. 23/09: O Sol em Libra faz quadratura a Plutão em Capricórnio; Mercúrio em Virgem faz oposição a Uranus em Peixes. Excelente momento para você se livrar de todas as suas manias, pessoas e atitudes estagnadas que vem impedindo sua vida de ir adiante! Aliás, se não fizer isto por sua própria conta, Plutão tomará as providências para que tudo aconteça, ou seja, se a vida lhe apresentar tais situações, não lamente: em breve verá que foram providenciais. Lembre-se que se você tem planetas de 0o.d a 02o.d, tais fatos serão mais prováveis. 29/09: Mercúrio retoma o movimento direto. Antes de refazer imediatamente seus planos, espere um ou dois dias, até que tudo se acomode. 01/10: Mercúrio a 21º58 de Virgem faz um sextil a Marte em Cancer. Bom para os assuntos domésticos e familiares – tudo o que se relaciona à casa e à família. 04/10: Dia complicado no céu – dia complicado na Terra. Teremos uma Lua cheia a 11º10^, Mercúrio em sextl de novo a Marte em 23oc, o mesmo Mercúrio em oposição a Uranus a 23º57 de Virgem; Marte em trígono a Uranus a 23º57a. Verifque que há uma relação entre Marte, na casa de Cancer e a Lua na casa de Marte, o que se denomina “mútua recepção”. Mercúrio ainda não retomou sua força. Então, as questões domésticas parecem ser o ponto focal deste dia: parentes, familiares, imóveis, heranças, todos darão notícias e exigirão sua atenção. Caso tenha planetas nestes graus, prepare-se para resolver problemas. 05-07/10: Saturno, seguido de Mercúrio, faz trígono ao Nodo Norte a 26o e 27o. de Virgem e Capricórnio, respectivamente. Este aspecto estimula as atividades interpessoais. As influências são visíveis no trabalho, portanto, largue o twitter, o celular, o computador e não vacile! Periga o céu desabar na sua cabeça! Não vai faltar o que fazer. 08/10: Mercúrio conjunto a Saturno em 27º32 de Virgem. Todos os que tem planetas entre os graus 23 e 27º em posições importantes no mapa terão o que fazer. Há uma tendência a portergar as ações, mas não caia nessa! Organize-se e ponha seu trabalho em dia. Se adiar algo, certamente se arrependerá. Provavelmente pode surgir alguma tarefa profissional que terá dificuldade em realizar. 09/10: Venus se opõe a Uranus a 23º46 de Virgem; Marte faz conjunção ao Nodo Sul a 26º33 de Capricórnio; Momento de diversão. Muita gente que você desconhece se aproxima. Ao memos, mudamos de assunto: paramos um pouco de falar em trabalho. Por outro lado, assuntos ligados a Cancer (imóveis, família, heranças) podem ainda dar muita dor de cabeça. 10/10: Mercúrio ingressa em Libra a 00h45m30s; o Sol faz trígono a Jupiter no grau 17º11 de Libra/Aquarius; Mercúrio quadra a Saturno em 00º53’ Libra/Capricórnio. Conecte-se ao trígono Sol/Júpiter e seja feliz! É só pedir, mas pense bem antes! Principalmente àqueles que tiverem pontos importantes nos graus 17o.-18º. dos signos de Ar e Fogo. Por outro lado, aqueles que aguardam paralizados nos graus 0o dos signos cardinais: não há muito do que rir na quadratura de Mercúrio com Plutão. De qualquer forma, nem dá pra correr! 12/10: Marte faz sextil a Saturno em 28º05 Cancer/Virgem; Júpiter retoma o movimento direto às 22h em Aquarius. Os aspectos positivos entre Marte e Saturno impulsionam seus objetivos se você estiver investindo neles. Júpiter estará dando uma força a 17o.-18o.de Aquariu, onde está desde 20009 e ficará até 04/11.Portanto, se você tem planetas nesses graus nos signos de fogo, prepare-se: muitos eventos, exaustivos, às vezes cansativos, mas você não pode se queixar da rotina! 13/10: Venus conjunto a Saturno em 28º09 de Virgem e sextil a Marte em 28º32 de Virgem/Cancer. Pode ser um dia bastante útil no que se refere às coisas da casa. Tendência a ser pragmatico. Verifique a casa onde ocorre o aspecto. 14/10: Venus ingressa em Libra às 19h46m10s. Até o dia 23, quando o sol ingressar em Escorpião, Venus e Sol estarão juntos em Libra. As relações pessoais e profissionais ficam em foco. Aproveite. 16/10: Marte ingressa em Leão; o Sol faz trígono a Ntuno a 23º47 de Libra/Aquarius. Marte em Leão “faz barulho”. Se você é leonino, procure não levar os conflitos a extremos, pois seu coração pode pagar o pato, ou a coluna vertebral!Caso você tenha planetas nos signos de fogo, será convocado. Caso haja pontos importantes nos signos fixos, haverá movimento na sua vida. Planetas em Cancer, Touro e Peixes? Pode se sentir um tanto intimidado.Certamente, muitos acontecimentos na casa onde Leão cai no seu mapa. Já o trígono Sol/ Netuno é bom para sonhar, embalado por belas músicas, vendo bons filmes ou trabalhando com arte. 18/10: Lua nova às 05h33m10s. Sol quadrado aos Nódulos no eixo Cancer/Capricórnio. Além disso, Mercúrio e Venus estarão em conjunção, com uma roda da fortuna no meio, o que significa que as uniões ou associações precisam ser revisitadas para nova elaboração. Já a quadratura do Sol com os nodules levará a uma reorganização profissional e familiar. 20/10: Mercúrio faz trígono a Júpiter a 17º16 de Libra/Aquarius. Excelente dia para fazer uma pequena viagem com amigos ou para uma jornada de estudos.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Novas Turmas

Novas Turmas em 2009 e 2010! Para o pessoal de Brasília - 2009 Estamos criando uma nova turma (iniciantes) do Curso “Autoconhecimento Através de seu Mapa Astral”, a começar no final do mês de agosto. Serão 05 módulos de 17h/aula cada – um sábado e um domingo inteiros: das 09h às 19h, - com intervalo para o almoço e dois breaks para um lanchinho de 15m cada, pela manhã e à tarde. O investimento é de 04 cheques pré-datados (de setembro a dezembro) e um à vista, por ocasião da adesão em agosto, no valor de R$ 200,00 por módulo (totalizando R$ 1000,00), incluindo cinco apostilas (uma por mês) mais o seu mapa astral para acompanhar as aulas. O endereço é: sala no primeiro andar do Shopping Pátio Brasil. No que consiste o curso? O objetivo deste é o de permitir a qualquer leigo, poder acessar a simbologia de seu mapa de nascimento, passando, então, a compreender um pouco mais a respeito dos seus padrões de funcionamento. Serão dados exercícios para serem feitos no intervalo entre os módulos e estimulada a troca destes e questionamentos por email ou Skype com a professora. Será dada bibliografia básica para consulta dos alunos, bem como sites de astrologia. Haverá, também, introdução aos conceitos de Karma, Dharma e Reincarnação segundo conceitos das filosofias da Índia e do Budismo. Haverá introdução aos Arcanos Maiores do Tarot. Datas: 1º. Módulo: 22, sábado e 23/08, domingo, das 09: às 19:30.(Iniciantes) Temas: - O que são Carma e Reincarnação - Eras,As raças que habitaram, habitam e as que virão no nosso planeta. - Identificando o ponto da evolução do planeta e humano: o que esperar deste momento ou desta encarnação enquanto raça? - A visão reencarnacionista do mapa astral: - O porque dos signos: Solar, Ascendente e demais, bem como a organização dos planetas em nossos mapas. - Avançado: dias 29 e 30/08 2º. Módulo: 19, sábado e 20/09, domingo. - Introdução ao simbolismo astrológico: - Signos e planetas e suas oitavas. - Casas e aspectos. - Avançado: 26 e 27/09. 3º. Módulo: 17 sábado e 18/10, domingo. - Aprofundamento no símbolo: cada planeta em cada signo e casa, bem como os aspectos sob os quais se encontra. - Noções básicas do simbolismo do Tarot e analogias simbólicas com a astrologia. - (Havendo tempo) Aprendendo a manejar o Tarot. - Avançado: 24 e 25/10. 4º. Módulo: 14 sábado e 15/11, domingo. - Como se encontram signos, planetas e aspectos em nossos mapas astrais (tema natal). - Levantando nossos próprios mapas e dos familiares. - Identificando nossas escolhas na vida afetiva, profissional e familiar. - Reflexão sobre o que nos resta criar para nosso futuro a partir deste ponto. - Avançado: 21 e 22/11. 5º. Módulo: 05, sábado e 6, domingo de dezembro. - Os Fatores: Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão no mapa de cada um – quanto um lento pode ser prejudicial? - Os aspectos no seu mapa – como você lida com isto? - Em que ponto de seu mapa as pessoas que fazem diferença na sua vida se encontram? - Estou usando meu melhor potencial na minha vida pública (carreira/ profissão) e nos relacionamentos em geral? Qual o ponto que identifico como aquele que me atrapalha, no mapa? - Avançado: 12 e 13/12. - Início novo ano letivo: Março/ 2010 – Mitologia. Para os que desejarem dar continuidade, há a possibilidade de ingresso na turma avançada de Astrologia Esotérica no primeiro semestre de 2010, que tratará do Tema “A Mitologia Greco-Romana na Astrologia”. Abordaremos, também, dados de astrologia médica, para o pessoal da área de saúde. Caso se interesse, por favor, a adesão deve ser imediata, pois há um limite para o número de alunos. Para se inscrever, por favor entre em contato através dos emails: zarifam@gmail.com ana.c.apolinario@gmail.com luisadepinhovalle@gmail.com

terça-feira, 28 de julho de 2009

Eventos no Céu Entre Julho e Agosto

EVENTOS ASTROLÓGICOS ENTRE JULHO E AGOSTO DE 2009 Isto é pra você ter uma idéia de como vão as coisas nesses dias. 23/07: O Sol ingressa em Leão às 16:37 (HN), conjunto ao Nódulo Sul (cauda do Dragão). Significa que o Rei entra em seu trono voltando os olhos ao passado. O desafio desta posição não tem muito a ver com quem éramos no passado e o que fizemos, mas com novas atividades criativas com as quais devemos nos envolver, possivelmente co novas amizades. 26-27/07: Vênus está em trígono com Júpiter em 24º30 Gêmeso/Aquário. Nesses dois dias, há um clima de envolvimento social com características Jupiter-venusianas, quer dizer – as pessoas se relacionam com outras de lugares distantes ou de outras origens tendo uma meta filosófico-espiritual em comum. A habilidade de interagir com amigos e amantes fica fortalecida por estas influências. Se você tem planetas nos graus 24º-26º dos signos de ar (Libra, Gêmeos, Aquáro) em seu mapa natal, tende a ser beneficiado em sua vida social por este aspecto. 28/07: Vênus em trígono a Netuno em 25º37 Gêmeos/Aquário. O aspecto Vênus/Netuno nos conduz a romances e relacionamentos, mas, é preciso ser cuidadoso para não sonhar demais ou construir castelos no ar. Mantenha os olhos abertos e os pés na Terra. 01/08: Vênus ingressa em Câncer às 01:29am (HN) fazendo, após, oposição a Plutão. Este aspecto (que dura até 02/08) nos aconselha a ficar atentos às nossas finanças. Podemos, também, descobrir coisas muito reveladoras sobre esposos, amantes ou sócios. Este aspecto também nos traz oportunidades de resolver impasses nos relacionamentos. Isto se refere a todos os que tiverem posições importantes em suas cartas natais nos graus de 0º a 2º dos signos cardinais (Áries, Cancer, Libra, Capricórnio). Em âmbito maior, estes aspectos planetários trazem a público escândalos corporativos. 02/08: Mercúrio ingressa em Virgem. 03/08: Mercúrio faz trígono com Plutão nos graus 01º e 02 Virgem/Capricórnio. Dia excelente para reestruturar as finanças e investor em medidas práticas na vida pessoal. Se tiver planetas ou posições importantes na carta natal em qualquer signo de terra (Touro, Virgem, Capricórnio), os dias 2 e 3 podem ser muito benéficos no que se refere à carreira e finanças. 05/8: O eclipse da Lua cheia ocorre nos graus 13o.43’ do eixo Aquario/Leão 08:56pm (HN). Um eclipse neste eixo nos conduz a testes que envolvem nossas aspirações pessoais e às necessidades dos grupos aos quais pertencemos. Isto nos levará a questionarmos se nossas buscas ou objetivos pessoais continuam de acordo com os valores maiores que pretendemos abraçar. A questão é: “Meu ego está afinado com os princípios maiores e coletivos que eu luto para fortalecer na Terra ou serve aos objetivos do grupo a que estou ligado?” “O grupo do qual participo é orientado dentro dos mesmos princípios que abraço?” Veja as posições nas casas em que este eclipse cai para entender em que âmbito de sua vida se manifestará. 07/08: Mercúrio faz um sextil a Vênus no grau 07º26 Virgem/Cancer. Este é um contato harmonioso , Conduzindo a boas ligações sociais e conversas agradáveis. 10-11/08: Marte está quadrado a Saturno no grau 20º23 Gêmeos/Virgem. São dois dias desafiadores no mundo. Muitos podem ter a impressão que estão sendo arrastados para trás, que não podem andar adiante ou se expressar livremente. A tensão em todo o mundo deve ser grande. 13/08: Marte faz trígono a Júpiter em 22º13 Gêmeosi/Aquário. Bom momento para investigações filosóficas ou de mérito e, caso este aspect caia em boa posição no seu mapa, é um bom período para viajar. Os graus 21º e 23º dos signos de ar (Gêmeos, Libra, Aquário) serão os mais benficiados neste trânsito. 14-15/08: O Sol faz oposição a Júpiterno grau 22º05 Lão/Aquário. As oposições Sol/Júpiter indicam exageros e elevação de expectativas, portanto, seja cuidadoso para não projetar demais ou se surpreenderá. 17/08: O Sol faz sextil a Marte no grau 24º43 de Leão/Gêmeos e oposição a Netuno (em 25º05 Leão/ Aquário), Mercúrio faz conjunção a Saturno (em 21º11 de Virgem) e Marte faz trígono a Netuno (em 25º05 Gêmeos/Aquário). Este sera um dia especial no planeta! Muitas pessoas se sentirão divididas entre suas necessidades objetivas e os ideais de suas vidas. Ao mesmo tempo que é necessário assumir as responsabilidades pessoais, há a tendência a fugir do peso da posição idealista. No âmbito mundial, será um dia difícil no que se refere a política e economia. 18/08: Marte está quadrado a Urano em 25º45 Gêmeos/Peixes. Marte e Urano em quadratura são qualquer coisa, menos parceiros suaves e gentís. Juntos, derrubam a situação estabelecida e quebram a rotina.Se isto ocorrer em ponto importante de seu mapa, pode esperar por situações imprevisíveis que virão como raios do céu. Funciona com mais poder para quem tem posições entre 24ºe 26º dos signos mutáveis (Gêmeos,Virgem Sagitário, Peixes). 19/08: Vênus faz sextil a Saturno em 21º25 Câncer/Virgem. Dia especial para assumir responsabilidades em relação aos pais e pessoas mais velhas em geral. Dia favorável para elaborar seu projeto financeiro para o resto do ano. 20/08: Lua Nova às 10:03am (HN)em 27º32 Leão. 21/08: Mercúrio faz oposição a Urano em 25º39 Virgem/Peixes. Mercúrio/Urano fazem oposição e indicam conflitos nas comunicações tanto em nosso íntimo, quanto em relação aos outros. Não é bom para atividades ligadas a viagens, trazendo inesperados impasses no tráfego. Se você tem pontos importantes nos graus 24º e 25º de Gêmeos, Virgem, Sagitário, ou Peixes em seu mapa natal, isto o afetará pessoalmente. 22/08: Vênus faz trígono a Uranus em 25º37 Câncer/Peixes. Vênus trígono a Urano é excelente para todo tipo de amizade e relacvionamentos com grupos. Ocorre com a entrada da Lua em Libra, tornando o dia ainda mais agradável para estar com os amigos e namorados. Aproveite as dicas e um abraço! Zarifa.

sábado, 21 de março de 2009

Sobre As Polêmicas de 2012

Jung costumava dizer que o que está no Inconsciente Coletivo de uma raça, de algum modo é uma “verdade” compartilhada por todos que a ela pertencem. Podemos traçar um paralelo entre os termos “Inconsciente Coletivo “de Jung e o sânscrito “Âkâsha”, pois tem significados semelhantes: ambos podem ser definidos como um “lugar”(que não ocupa propriamente um espaço físico) onde são arquivadas todas as experiências e conhecimento da humanidade de forma atemporal, quer dizer, quem puder acessá-los, pode saber tudo sobre o passado, presente e futuro. Esta observação é importante, pois o momento em que vivemos é permeado por várias especulações a respeito de um momento próximo em que viveríamos uma experiência radical no que se refere ao futuro da humanidade. Quantos de nós já ouvimos falar na “Grande Onda”, esperada para qualquer momento desde que nascemos? Eu mesma, ouvi várias narrativas de pessoas nem mesmo remotamente ligadas a algo "esotérico" que relatavam sonhos recorrentes com uma imensa onda que chegava e tragava as praias do Rio de Janeiro. Tenho certeza que você também teria muitas histórias pra contar. No momento, há uma “grande onda” na web reportando vários rumores que vão desde um apocalipse até um colapso planetário, baseados em várias profecias: - Uma delas é a vertente da interpretação do calendário maya - este baseia-se em ciclos evolutivos que seriam de 2.600 anos cada. Estaríamos, então, no final da quinta raça, cuja data de transformação seria 21 de dezembro de 2012. Para os que tem tempo, vale investigar sua teoria, pois coincide em vários pontos com ensinamentos da antiga tradição da Índia, principalmente no que se refere às várias humanidades que já habitaram o planeta, foram dizimadas e outras que virão. - Em 1997, Michael Code, em seu livro “The Bible Code”, baseando-se em certos algorítimos, afirmou que um asteróide ou cometa irá colidir com a Terra, causando um cataclisma, o que não é de todo impossível pois recentemente, tivemos a passagem de um deles muito próximo a nós e que só foi detectado pelos cientistas dois dias antes. - John Major Jenkins advoga a idéia de que um grande alinhamento ocorrerá ao nascer do sol, no horizonte em 21 de dezembro de 2012, irrompendo no meio da Via Lactea e alinhando a Terra ao centro da galáxia, o que causaria vários eventos. De fato, é um fenômeno cíclico que se repete a cada 2.600 anos, (ocorrendo, além disso, um movimento de eixo do planeta) período adotado também pela astrologia como uma mudança de Era. Há os que dizem que seria apenas uma ilusão visual a partir da Terra. - Um grupo, liderado pelo astrônomo Zecharia Sistchin, se refere ao 10º. planeta recentemente descoberto (cujo nome está em debate, mais conhecido como “X”) como Nibiru, planeta este que orbitaria o sol que forma um duplo com o nosso e que atravessaria a órbita interna de Urano e Netuno, eventualmente se aproximando do nosso planeta e causando destruição por conta da relação entre as suas gravidades. - Michael Tsarion e alguns outros calculam um alinhamento físico entre o nosso sistema solar e o plano horizontal com a Via Lactea neste dia. Nosso sistema solar completa um ciclo evolutivo em torno da galáxia a cada 225 milhões de anos, atravessando o plano a cada 33 milhões de anos. Certamente voltaremos a comentar outras teorias a respeito deste assunto. Mas uma coisa é certa: realmente nesta data, eventos físicos no nosso planeta ocorrerão, com todas as conseqüências possíveis, mas, sem dúvida, não será um fim do mundo. Para seu deleite e considereções. veja o mapa deste dia acima. Um abraço.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Mapa Natal de Paramahansa Yogananda

Nome: Ghosh, Mukunda Lal Data: 01/5/1893 (Jan 5, 1893) Local: Gorakhpur, India Hora: 20:38 (08:38 PM) LMT (-5:33) Mercury Hour, 7/1976, quotes his ashram, the Self Realization Institute
Nasceu numa família devota e bem colocada em Bengali, Índia, com o nome de Mukunda Lal Ghosh.
Foi encorajado a buscar seu próprio caminho espiritual ainda bem jovem, pois tinha experiências místicas desde os 11 anos de idade - aspecto que pode ser encontrado na progressão para 11 anos de seu Marte natal – regente da 9ª casa, a dos objetivos, crenças e fé, fazendo conjunção ao Júpiter natal – regente da sua Venus, que se encontra em Sagitário (dono da nona casa) que segundo Rosabis Camaisar, em sua Astrologia Esotérica, é o signo da Virgem (a mulher que pisa na serpente e ascende como divindade) – interessante simbolismo de sua devoção à Virgem Maria.
Houve um episódio em 1904 (11 anos), em que viu sua mãe aparecer diante dele, embora esta estivesse distante, informando-o de sua morte iminente, embora não houvesse informação de doença, o que de fato ocorreu. Um ano e dois meses depois, recebeu uma mensagem dela que lhe foi deixada antes de sua morte, que lhe informava a respeito de seu destino, referindo-se, também a um amuleto que lhe havia deixado, que lhe traria a “chama da iluminação” e que o levaria a um mestre de outras vidas. Sendo um buscador espiritual desde tenra idade, sentia-se impelido a visitar sábios e santos, fugindo eventualmente da escola, movido por um desejo ardente de encontrar seu guru, cuja face já havia visto.
Sua busca o levou ao Swami Sri Yukteswar em 1910 (17 anos) e, nos dez anos seguintes, estudou sob sua amorosa disciplina. Em 1915, após se graduar na Universidade de Calcutá, recebeu o nome de Yogananda, unindo-se à ordem de seu Swami e devotando sua vida ao amor e ao serviço de Deus. Seu nome significa bem-aventurança através da União com Deus. Dois anos depois, em 1917, fundou uma escola para meninos (Mercúrio, regente do Meio Céu - escola espiritual) cujos ensinamentos combinavam treinamentos de yoga e instrução espiritual com métodos modernos. Em sua biografia brinca, dizendo que, mesmo tendo renunciado a ter uma família, tinha mais filhos que poderia de outra forma. Em 1920 foi convidado a participar de um congresso internacional de líderes religiosos que ocorreria em Boston. Tendo sido muito bem recebido, fundou no mesmo ano sua Self-Realization Fellowship, organização que até hoje dissemina seus ensinamentos. Por muitos anos, viajou longamente através dos Estados Unidos, estabelecendo, depois, em Los Angeles a sede internacional da Self-Realization Fellowship, em 1925. Na década seguinte, recebeu estudantes famosos, sendo, em 1927, foi convidado a encontrar o presidente Calvin Coolidge na Casa Branca.
Em 1935, iniciou um tour pela Europa e Índia, encontrando-se com estadistas, cientistas e líderes espirituais. Naquele ano, seu mestre, Swami Sri Yukteswar, concedeu-lhe o título de Paramahansa, o maior título espiritual que se pode ter na Índia, que quer dizer, “Mestre Supremo”, símbolo de distinção espiritual, que significa “o que manifesta o estado supremo e inquebrantável de comunhão com Deus”.
Em 9 de março de 1936, às 19h, seu amado guru morre. Alguns meses mais tarde, enquanto meditava, aparece-lhe uma belíssima luz – era Sri Yukteswar, em seu corpo ressurreto, para revelar as leis de transferência através do universo da mente, dos corpos causal, astral e físico.
Sua obra mais conhecida é “Autobiografia de Um Yogue”, publicada em 1946. Desde sua primeira publicação, após várias revisões, foi continuamente reeditado e também traduzido para 18 línguas. Através da contínua divulgação de seus ensinamentos para um imenso público pode expor ao mundo sua crença na unidade das religiões e ensinar seus métodos de acessar a experiência da união com Deus.
Aos estudantes mais próximos, ensinou a Kriya Yoga, uma ciência espiritual que tem por objetivo, através de várias técnicas e disciplinas o despertar espiritual, perdida na Idade das Sombras, mas revivida pela sua linhagem de Mestres de Luz. É bastante importante esta conjunção Plutão/Netuno no Meio Céu, Gêmeos: literalmente, Plutão o faz transcender a individualidade colocando-o em sintonia com consciências supremas, com quem ele literalmente falava, já que o regente dos dois planetas e do Meio Céu é o próprio Mercúrio (o que fala), que se encontra em Sagitário, o “Olimpo”, em conjunção à Venus, que é não só a Mãe suprema, mas também a Sabedoria e o Amor, o próprio alimento do espírito (Netuno). Outro aspecto interessante é o fato de Júpiter estar na oitava casa (o regente da Vênus e de Mercúrio), que é a casa da morte e da ressurreição, o que permitiu a comunicação com aqueles que já não mais viviam (em conjunção a Marte, co-regente da quarta – a casa da mãe- que o avisou de sua morte e com quem conversou após isso). Pode-se ler Júpiter como seu Mestre, que também lhe apareceu para dar instruções após sua morte. Ainda a respeito da posição de Netuno e Plutão no Meio Céu vale dizer que é a representação de seu Dharma, sua missão de vida, que foi trazer o conhecimento do oculto e o caminho da fé e do Amor divinos para o estrangeiro (USA) já que o portador da palavra de amor (Mercúrio conjunção Vênus) se encontra em Sagitário – quarta casa – aonde viria a fundar um asrham. Esta conjunção representa a própria transcendência das paixões egóicas e humanas que foram alcançadas através da disciplina pessoal, sabedoria e amadurecimento que lhe foram trazidos por seu Saturno em trono em Libra, fazendo trígono com Netuno e Plutão no Meio Céu. Este aspecto é, sem dúvida, a perfeita demonstração de uma encarnação da colheita de sementes anteriormente lançadas (já que Saturno rege a colheita – ou karma).
Além disso, A Lua (mãe) em conjunção a Kiron (alma gêmea) no Ascendente revela que ambos estavam ligados não só na alma e desde outras vidas, mas também partilhavam de um mesmo dsafio espiritual.
A presença da Vênus com Mercúrio em Sagitário também nos falam de seu bom-humor - já que Sagitário é o signo da troça e da brincadeira e de seu hábito de fazer piadas a respeito de sua irmã (Vênus na quarta).
Sem dúvida, este foi um homem que transformou o Karma em Dharma e alcançou o caminho da santidade.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Lua Fora de Curso – Um Calendário Indispensável

TABELA DA LUA FORA DE CURSO EM 2009
- Coluna 1: dia e hora em que a Lua sai de curso.
- Coluna 2: dia e hora em que a Lua entra em curso, ingressando em um novo signo.
- Coluna 3: signo de ingresso.
O termo se refere ao tempo dispendido após a saída entre signos, da Lua, de um em direção a outro. Quer dizer, por ex., a Lua saiu de Gêmeos, mas ainda não entrou em Câncer, o que pode levar alguns minutos ou horas.
Conhecer este calendário ajuda a organizar sua agenda, precavendo-se contra as frustrações e esforços inúteis. São minutos ou horas de caos, desentendimentos, quando nada funciona, péssimo momento para tomar decisões.
O que devemos evitar?
- Compras.
- Situações que envolvem multidões.
- Cirurgias.

O Dhammapada

O Dhammapada, Cap. I - Os versos gêmeos Tudo o que nós somos é resultado do que nós pensamos no passado: tudo o que nós somos se baseia em nossos pensamentos e é formado por nossos pensamentos. Se alguém fala ou age com um mau pensamento, o sofrimento o acompanha assim como a carreta segue os passos do boi que a puxa. Tudo o que nós somos é resultado do que nós pensamos no passado: tudo o que nós somos se baseia em nossos pensamentos e é formado por nossos pensamentos. Se alguém fala ou age com pensamento puro, a felicidade o acompanha assim como sua própria sombra nunca se afasta dele. ‘Ele me desrespeitou, ele me bateu e dominou, e então me roubou’ – quem expressa tais pensamentos amarra sua mente à intenção de retaliar. Em tais pessoas o ódio não cessa. ‘Ele me desrespeitou, ele me bateu e dominou, e então me roubou’ – em quem não expressa tais pensamentos, o ódio cessará. Nesse mundo a inimizade nunca é eliminada pelo ódio; a inimizade é eliminada pelo amor. Essa é a Lei Eterna. Os muitos que não sabem disso também esquecem que um dia, nesse mundo, morreremos. Eles não se controlam. Mas aqueles que conhecem a Lei encerram seus conflitos em seguida. Quem vive em busca de prazeres, com seus sentidos descontrolados, sem moderação ao comer, indolente, desvitalizado – a ele verdadeiramente Mara[2] derruba assim como uma tempestade derruba uma árvore. Quem vive disciplinando a si mesmo, sem dar atenção a prazeres, com seus sentidos controlados, moderado ao comer, cheio de fé e coragem (Virya) – a ele verdadeiramente Mara não derruba, assim como uma tempestade não derruba uma montanha rochosa. Quem não está livre de vícios, quem não observa a moderação e a veracidade, pode vestir o manto amarelo, mas não o merece. Quem libertou-se dos vícios e está bem estabelecido nas virtudes, quem observa a moderação e a veracidade, realmente merece o manto amarelo. Aqueles que vivem no mundo de prazeres da fantasia enxergam verdade no que é irreal e inverdade no que é real. Eles nunca chegam à verdade. Aqueles que se estabelecem no mundo do pensamento correto enxergam verdade no que é real e inverdade no que é irreal. Eles chegam à verdade. A chuva flui para dentro de uma casa com telhado mal contruído, assim como os desejos fluem para dentro de uma mente mal treinada. A chuva não molha uma casa com telhado bem construído, assim como os desejos não entram na mente disciplinada. Quem faz o mal sofre neste mundo e sofre no mundo seguinte; ele padece nos dois. Aflito, ele se inquieta ao rever os seus atos pecaminosos. Quem é virtuoso tem contentamento nesse mundo e tem alegria no mundo seguinte; ele se alegra nos dois. Ele tem satisfação e contentamento ao rever seus atos puros. Quem faz o mal se lamenta aqui, e se lamenta depois daqui. “Fiz o mal”, ele diz a si mesmo. Seu tormento é maior quando está no lugar do mal. O ser humano correto é feliz aqui, e é feliz depois daqui. “Fiz o bem”, ele diz a si mesmo. É grande o seu prazer no lugar abençoado. Quem cita os textos sagrados mas é preguiçoso e não os aplica na vida é como um homem do campo que conta as vacas alheias. Ele não partilha as bênçãos da Boa Vida. Quem abandona a luxúria, o ódio e a loucura adquire verdadeiro conhecimento e uma mente serena, não tem cobiça nesse mundo nem em qualquer outro, aplica em si mesmo os ensinamentos dos textos Sagrados que recita, mesmo que sejam poucos em número – tal pessoa participa das bênçãos da Boa Vida. Esta é uma pequena parte do livro “O Dhammapada”, cujos ensinamentos foram presenciados pelos discípulos do Buda Sidharta Gautama, que depois os divulgaram.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Mercúrio Retrogradando: Cuidado!

Estamos com Mercúrio retrogradando neste momento no signo de Aquário. Vale a pena ficar atento a tudo o que diz e ouve. Coisas estranhas ligadas à comunicação acontecem neste período, como mal-entendidos, problemas de comunicação, dificuldade de tráfego de dados e informações em geral. Além disto, você pode ter notícias ou reencontrar pessoas de quem não sabia havia um tempão...de alguma forma, elas te encontram! Outra coisa estranha é que você, de repente, descobre todas as histórias ocultas de alguém, ou coisas que foram escondidas de você. Por outro lado, jamais faça acordos, tratos, verbais ou, principalmente por escrito, não feche negócios, nem compre coisas caras à vista neste período. No que se refere a audiências para resolver questões jurídicas, nem pensar! Peça um atestado ao seu médico (explique que é caso de tudo ou nada) e peça adiamento. Apenas no dia 02/02/2009 Mercúrio retoma seu movimento direto, às 04:10AM. Depois disso, tudo bem, ponha suas comunicações em dia. Um abraço.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Para refletir: citação de autoria de Djalâi - ud - Dîn, Rûmi - Mawlana:

"Sou esta alma única que possui cem mil corpos. Que fazer? Tenho os lábios selados. Vi uma multidão de homens que nada mais eram que eu mesmo. Mas entre eles, não vi aquele que sou eu." Pensamento Sufi.

INTRODUÇÃO AOS PRÓPOSITOS DO MEU TRABALHO ASTROLÓGICO

A Astrologia é um sistema de símbolos que resume, de forma codificada, nossa organização energética, isto é, nossos padrões de funcionamento. O objetivo de tentar acessar essa codificação inconsciente é buscar compreender o que nos leva a ter atitudes que, às vezes, nos parecem inexplicáveis e que gostaríamos de mudar: - eventualmente criamos situações que nos parecem autodestrutivas, ou deixamos passar oportunidades com as quais sempre sonhamos, afastamos de nós quem amamos, ou atraímos a pessoa errada...enfim! Há mistérios a nosso respeito que precisamos desvendar. Mesmo a família, na qual nascemos, gostos, ações, reações, tendência para ganhar peso ou não...tudo isso pode ser identificado no mapa de nascimento ou “Mapa Astral”. Este pode ser lido como um código de DNA, onde nossas informações são impressas por ocasião de nossa geração. A diferença entre um e outro é que o DNA não podemos mudar, embora possamos transitar entre áreas genéticas saudáveis e doentes, de acordo com nosso estado de espírito, mas nosso futuro, este sim, podemos mudar, a partir da compreensão do ponto de partida. É importante saber que, no momento em que estamos encarnados, muitos dos processos de renovação das cadeias evolutivas estão suspensos, pois entramos numa nova etapa de evolução humana em que o pré-requisito é ter desenvolvido não só a mente, mas também a inteligência afetiva. Nosso trabalho é voltado exatamente para o desenvolvimento desta compreensão: 1- Compreender o seu projeto de desenvolvimento pessoal (Mapa Natal) 2- Verificar se está cumprindo suas propostas de forma consciente 3- Descobrir se você está usando o seu livre-arbítrio para criar um novo futuro pra você, ou se é apenas uma vítima passiva do seu Carma anterior. 4- Ajudar a amadurecer seu nível de escolhas pessoais 5- Colaborar na compreensão do carma familiar e de raça. Para este fim, ofereço a leitura do Mapa Astral e o acompanhamento das progressões e Trânsitos, alem dos cursos de autoconhecimento através do Mapa Pessoal, que busca dar acesso aos interessados em se conhecerem e se compreenderem melhor, à simbologia básica do seu mapa astral e à compreensão de seu papel no mundo, na família e na profissão. Este ano temos programado para o primeiro semestre um curso de autoconhecimento em Brasília, com o começo marcado para março (blocos de um fim-de-semana inteiro por mês – com duração prevista para 5 meses). Há a possibilidade de uma turma para o Rio de Janeiro, ainda no primeiro semestre. No segundo semestre, há o projeto de uma turma de jovens em Bragança Paulista/SP. As inscrições estão abertas para todos os cursos. Há um limite de alunos por turma, portanto, caso se interesse, entre na lista por e-mail, que farei contato. Os critérios usados em meu trabalho são fundamentados nas filosofias budista e parte do vedanta, bem como os princípios adotados pela Sociedade Teosófica , com Sede em Adyar, na Índia. Para entrar em contato, use o e-mail de conexão deste blog: zarifam@gmail.com, ou zazamattar@yahoo.com
O MECANISMO DA INTUIÇÃO Celso Batalha (MST – Loja Jinarajadasa) Algumas obras têm sido publicadas recentemente, estabelecendo paralelos entre a filosofia oriental e a física moderna (1) (2). A própria psicologia da Gestalt sofreu um impulso extraordinário ao adotar, tanto na descrição das chamadas "zonas de consciência" humanas quanto nos trabalhos de grupo, teorias e técnicas de meditação budista (3). Paralelamente, o interesse pela medicina oriental (acupuntura, shiatsu, do-in) vem crescendo consideravelmente. Como compreender esta lenta mas progressiva difusão dos conceitos da mística e da religião oriental em ramos da ciência moderna, possuindo a frente um método de trabalho puramente analítico, racional? E mais, os cientistas sairiam beneficiados pelo estudo do método intuitivo, típico das culturas orientais? A estas indagações podemos acrescentar: o método científico, servindo-se da lógica e do raciocínio, prescinde da intuição? Um bom cientista jamais teve a curiosidade de exercitar e estimular as suas faculdades imaginativas? A intuição sempre esteve presente no momento dos grandes avanços da ciência, e isto é indiscutível. Schemberg (4) comenta: "(na ciência, a intuição) é o elemento preponderante. O que é um grande físico? Não é o sujeito que sabe mais Física que o outro, mas o que tem mais imaginação". Schemberg também lembra que grandes matemáticos deixaram "um certo número de teoremas formulados mas não demonstrados". Os matemáticos chegavam a tais teoremas, não devido ao raciocínio, pois do contrário eles o teriam demonstrado, mas em conseqüência desta inusitada faculdade de percepção. "Eles vêem o teorema" diz Schemberg. As seguintes citações são esclarecedoras: 1. "As idéias felizes vêm inesperadamente, sem esforço, como uma inspiração. Quanto a mim, elas nunca vêm quando minha mente está fatigada". Helmholtz. 2. "Acredito em intuição e inspiração ... Às vezes tenho certeza de que estou certo sem saber por que ..." Einstein. 3. "A chave do método apropriado vem direto do ar. Algo novo, como uma idéia ou uma melodia, é tirado do espaço". Edson. 4. "As idéias criativas não vêm enquanto estou na minha mesa de trabalho, mas freqüentemente se projetam na minha mente enquanto estou empenhado em outras atividades". Jules Henri Poincaré. Antes da atual especialização da ciência, esta visão direta e precisa era utilizada na cultura do ocidente, conjuntamente com a especulação filosófica, na investigação de fatos naturais. Numa carta ao seu discípulo Flaccus, Plotinus inclui a seguinte definição: "O conhecimento possui três níveis: opinião, ciência e iluminação. O meio ou instrumento da primeira é o senso comum; o da segunda, a dialética; o da terceira, a intuição". Segundo Hall (5), a intuição teria sido posteriormente rejeitada pela ciência por ser incontrolável e imprevisível; ela não encontrou abrigo junto a um método de trabalho que impunha a definição e o controle de todos os parâmetros utilizados. Atualmente, num artigo científico de qualquer revista especializada, a motivação da pesquisa, o método utilizado, a descrição dos instrumentos, os resultados e as conclusões encontram-se dispostos de tal forma que outros institutos de pesquisa tenham condições de repetir a mesma experiência; agora, a imaginação do autor, o saber escolher o melhor procedimento (para se ter maior rendimento, maior economia, etc.), tudo isto não se encontra explicitado, não é considerado. O parâmetro criativo do autor não pode ser equacionado por ele próprio e, tão pouco, repetido por outro cientista; se o fosse, deixaria obviamente de ser criativo e novo, não se obtendo portanto o mesmo parâmetro inicial. A Raja Yoga, uma das escolas de Yoga da Índia, acrescenta uma técnica através da qual a intuição pode ser conseguida a qualquer instante, segundo a vontade do praticante (yogue). Discutiremos resumidamente este mecanismo de intuição, deixando a apresentação da requerida disciplina mental para outra ocasião. O MECANISMO Na filosofia oriental o Universo tem sua origem na Divina Realidade, fonte e substrato de toda Vida e Forma. Urna das expressões desta Realidade última é a Alma Humana, que se encontra subjetivamente separada da fonte universal; o seu destino é integrar-se conscientemente a fonte universal e esta união é denominada Yoga. A Mente Cósmica, um dos três aspectos da Divina Realidade, é a ideação subjacente a toda criação no universo. O campo no qual se dará a construção do lado forma, possui matéria de diferentes graus de densidade, sendo a mais "grosseira", o mundo percebido pelos sentidos. O reflexo deste atributo Divino na Alma Humana é MANAS, a mente, com faculdades de raciocínio, memória, observação, reflexão, compreensão. "Como é no Macrocosmo, assim é no Microcosmo": a mente humana será o meio onde se desenvolverá a Alma Humana. O trabalho do Yogue é o de conhecer as funções da mente, ter domínio sobre as mesmas e ter acesso consciente ao princípio que as organiza, que lhes dá razão de ser. BUDDHI, este princípio, pode ser traduzido como intuição". Assim como é no Macrocosmo, assim é no Microcosmo: BUDDHI é o reflexo do Amor Cósmico na Alma Humana, outro aspecto da Divina Realidade. Na filosofia oriental, a intuição é a luz chamada BUDDHI que flui sobre a mente e, como toda luz, possui urna fonte, uma origem e esta é a Consciência. ATMA, o terceiro princípio, é o centro da Consciência, refletindo no homem a Omnipotência ou Vontade Divina. Os três princípios ATMA, BUDDHI e MANAS geram toda percepção humana e este mecanismo encontra-se esquematizado na figura acima: Os três graus do conhecimento de Plotinus: opinião, ciência e iluminação estão representados neste esquema. O senso comum (opinião) corresponde à simples reação da mente aos impulsos dirigidos pelos sentidos (segmento O'L); é a atividade mental de mais baixa ordem. O senso comum sugere que o Sol gira ao redor da Terra, não o contrário. A ciência, já inclui não somente o senso comum mas também, e principalmente, a reflexão e raciocínio (segmento O'L, O'M). Os fatos isolados são agrupados segundo classes gerais. A busca de síntese na ciência, meta dos teóricos e empíricos, resume-se no descobrimento de leis naturais e suas respectivas representações simbólicas (fórmulas, teorias) e na posterior comprovação em diferentes laboratórios, segundo as mesmas condições. A iluminação cria a intuição (segmento O'N). A experiência mística é o funcionamento momentâneo ou prolongado da consciência no nível intuitivo. Como BUDDHI reflete o Amor Cósmico, os relatos místicos normalmente tornam-se impregnados do sentimento de união do religioso com Deus, ou com o particular objeto da devoção. Na interação entre o sujeito e um objeto, a iluminação de BUDDHI no conjunto de fatos, idéias, conceitos e dados acumulad0s pela memória (fazendo parte da bagagem de experiências passadas entre o sujeito-objeto), conferem a propriedade da inteligência, compaixão, simpatia, compreensão. O homem, por exemplo, pode ter um raciocínio agudo que o torna um habilidoso técnico: no entanto a falta de inteligência (de BUDDHI, do Amor Cósmico) o leva ao uso do raciocínio em interesses próprios, podendo ser contrários à harmonia coletiva. Da mesma forma, o indivíduo conduzido freqüentemente à satisfação de prazeres sensórios (opinião), as ações resultantes serão condicionadas pelos eventos externos tornando-o um ser reativo e portanto dependente, apegado. A intuição acompanha os cientistas na inspiração e criação, sendo imprescindível em qualquer pesquisa. Por razões históricas, o treinamento e a investigação da faculdade intuitiva não teve lugar na própria ciência, embora algumas tradições a tenham estudado, experimentado e escrito a respeito. O mecanismo intuitivo proposto pela escola Raja-Yoga apresenta a intuição, BUDDHI, como um princípio distinto das faculdades mentais conhecidas: raciocínio, lógica, memória, compreensão, e tem a propriedade de iluminá-las e dar a perspectiva correta numa investigação. Referências Bibliográficas. 1. Capra, F., "The Tao of Physics” Wildwood: House, 1976 2. Postle, D., "Fabric of The Universe”, Macmillan London Limited, 1976. 3. Pearls, F., "A Abordagem Gestaltiana e Testemunha Ocular da Terapia" - Ed. Zahar, 1977. 4. Sahemberg, M. (entrevista); "Revista de Ensino de Física", vol. l n2, out. 1979. 5. Hall, M. P., "Pathways of Philosophy", Philosophical Researah Society, 1947. Artigo publicado na revista LOGOS no 6, outubro de 1981