Follow by Email

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

DA SÉRIE ELEIÇÕES AMERICANAS: AS CHANCES DE HILLARY

AS CHANCES DE HILLARY

Olá!

Tendo em vista o excesso de trabalho de ontem e de longas horas diante do computador, sem perceber, removi a postagem sobre as possibilidades de Hillary e precisei refazê-la, já que não havia cópia.

Como nada é por acaso, imagino que as condições do karma ainda não estão determinadas, ou que escolhi o mapa errado.

As três opções apresentadas foram retiradas do Astrodatabank, do site de Liz Greene. 

Vamos à escolha:


Hillary Clinton, 02:18 AM.

Por este mapa, sol em Escorpião, casa 2/3, ascendente Virgem, Lua na sétima, ela perde. Mas não creio que este seja o horário correto do nascimento dela. Vou descartá-lo.

Hillary Clinton, 8:02
Apesar de ter eleito este mapa anteriormente, olhando de novo, vou dar preferência ao próximo. Fala mais corretamente da vida privada e da família (o anterior). Neste, o sol fica na décima segunda, a lua na quarta e o Ascendente é Escorpião.

 Hillary Clinton, 20:00
Neste mapa, o ascendente é Gêmeos, o sol está na quinta e a lua na décima. Nesse caso, se for o verdadeiro, ela vence. 

Sol em Escorpião, casa 5, Ascendente Gêmeos, Urano no Ascendente, regente da nove; Lua na décima, Peixes. Tudo leva a crer que as possibilidades de vitória de Hillary, com este mapa, são maiores que a de Trump, neste momento.
Tendo em vista tais considerações, fico com este.

Bem, claro que não sou infalível, mas fico com a vitória de Hillary.

Não que tudo fique fácil depois. Há muitos conflitos e radicalizações no país, que, aliás, esta basicamente dividido ao meio.

Uma parte da população, branca, com menos informação, formação profissional deficiente e que ainda não se situou após o abalo econômico (que paira, silencioso no subsolo da economia americana) vota maciçamente em Trump.
Mas com Hillary, temos a força das mulheres e de gerações de imigrantes e negros.

Para o pais, Trump seria um total desastre: econômico, administrativo e social. As chances de termos um conflito mundial seriam altíssimas, uma vez que tem por trás a indústria de armamentos e seu comércio internacional, além dos produtores de energia poluidora. Pra esses, as guerras interessam, embora, ironicamente, esquecem que moram no mesmo planeta, que pretendem destruir!

Com Hillary, muitos conflitos de interesses, embora esteja bastante distante da santidade. A sinastria de seu mapa e dos USA indica um governo melhor, embora com implicações na justiça. 

Falta pouco, logo veremos!

Grande abraço!

Nenhum comentário: